terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Cufa Lança Campanha ‘Cufa Sangue Bom’




Mobilização quer atingir cinco mil favelas de todo o país


A Central Única das Favelas (Cufa) lançou nesta segunda-feira, 12/02, uma campanha nacional de doação de sangue. A ideia é, segundo os organizadores, mostrar para a sociedade o potencial solidário da favela, e, consequentemente, ajudar quem está precisando de sangue.

“A sociedade está passando por dificuldades em diversas áreas, depois de um 2020 tão difícil e pesado. A favela aparece, de novo, mostrando que tudo pode ter solução, através do potencial da gente destes territórios”, diz Preto Zezé, presidente nacional da Cufa.

Os moradores de favela que quiserem doar sangue devem se cadastrar pelo site da Cufa, através do link cufa.org.br/doe_sangue.php, e realizar a doação de sangue, na sede da instituição em sua cidade. Todas as sedes locais da Cufa estarão abertas para a iniciativa. 

“A favela recebeu muita ajuda nesse momento de tantas dificuldades, e ela fazer esse gesto é forma de agradecer a sociedade ajudando mais pessoas”, explicou Celso Athayde, fundador da CUFA e membro do conselho da instituição.

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Central Única das Favelas - CUFA, Leva Internet Para 5 Milhões de Pessoas em Favelas de Todo o Brasil

 


A Central Única das Favelas (CUFA) lançou na última quinta-feira (24) o projeto "Mães da Favela On" que tem como objetivo garantir o acesso à internet para 2 milhões de pessoas que vivem em favelas pelo país até julho de 2021.

Celso Athayde, Fundador da CUFA, conta que a iniciativa surgiu após mães relatarem as dificuldades que os filhos enfrentaram para acompanhar aulas pela internet durante a epidemia de covid-19 por falta de equipamentos ou de conexão. 

A ação vai disponibilizar sinais de Wi-Fi livre em diversos pontos de 150 complexos de favelas nos 26 estados do país e no Distrito Federal, além da distribuir chips de celular da Alô Social, empresa parceira da operadora TIM, para 500 mil mães cadastradas previamente no programa "Mães da Favela". Nesta semana, já foram instalados pontos de conexão na Rocinha (RJ), em Heliópolis (SP) e em Brasilândia (SP).

Com o objetivo de promover a retomada econômica e educacional, o projeto focará em garantir que os moradores das favelas consigam acessar conteúdos online sobre empreendedorismo e também voltados à educação. A seleção do material disponibilizado ficará sob responsabilidade da UNESCO, agência da ONU voltada para questões ligadas à educação e à ciência.

"São mobilizações sociais como essas que levam ajuda rápida e efetiva a quem realmente mais necessita, neste momento em que precisamos agir com celeridade para alcançar tantas famílias em situação de vulnerabilidade", diz Marlova Jovchelovitch Noleto, Diretora e Representante da UNESCO no Brasil

A viabilização da instalação desta infraestrutura contou com as parcerias firmadas com empresas como: Alô Social/TIM, PicPay, TikTok, O Boticário, VR Benefícios, Península Participações, Volvo, Comunidade Door e Banco Santander, além das fundações Tide Setúbal e Casas Bahia e dos institutos Humanize e Galo da Manhã, que apoia o Mães da Favela desde a sua criação com patrocínio do Instituto Unibanco.

quinta-feira, 18 de junho de 2020

CUFA Realiza Apresentação Virtual do Resultado de Oficinas de Arte Educação

A CUFA (Central Única das Favelas) é uma organização brasileira reconhecida nacional e internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural que existe há 20 anos. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver. Tem o rapper MV Bill como um de seus fundadores. MV Bill já recebeu diversos prêmios devido à sua ativa participação no movimento hip hop. Por exemplo: a ONU (Organização das Nações Unidas) para a Educação, a Ciência e a Cultura o premiou como uma das dez pessoas mais militantes no mundo na última década. Além dele, a CUFA conta com Nega Gizza, uma forte referência feminina no mundo do rap, conhecida e respeitada por seu empenho e dedicação às causas sociais. Tem ainda o produtor Celso Athayde como coordenador geral.
A CUFA promove atividades nas áreas da educação, lazer, esportes, cultura e cidadania, como grafite, DJ, break, rap, audiovisual, basquete de rua, literatura, além de outros projetos sociais. Além disso, promove, produz, distribui e veicula a cultura hip hop através de publicações, discos, vídeos, programas de rádio, shows, concursos, festivais de música, cinema, oficinas de arte, exposições, debates, seminários e outros meios. São as principais formas de expressão da CUFA e servem como ferramentas de integração e inclusão social.
Assim, através de uma linguagem própria, a CUFA pretende ampliar suas formas e possibilidades de expressão e alcance. Deste modo, ela vai difundindo a conscientização das camadas desprivilegiadas da população com oficinas de capacitação profissional, entre outras atividades, que elevam a autoestima da periferia quando levam conhecimento a ela, oferecendo-lhe novas perspectivas.
Agindo como um polo de produção cultural e prática desportiva desde 1999, através de parcerias, apoios e patrocínios, a CUFA forma e informa os cidadãos do Rio de Janeiro e dos outros 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal e de países como Bolívia, Alemanha, Chile, Hungria, Itália e Estados Unidos. Dentre as atividades desenvolvidas pela CUFA, além das supracitadas, há cursos e oficinas de DJ, gastronomia, audiovisual, teatro, produção cultural e muitas outras. São diversas ações promovidas nos campos da educação, esporte, cultura e cidadania, com mão de obra própria.
A equipe CUFA é composta, em grande parte, por jovens formados nas oficinas de capacitação e profissionalização das bases da instituição e oriundos das camadas menos favorecidas da sociedade; em sua maioria, moradores de comunidades carentes.
Em Araguari, a entidade é representada pela Liga Desportiva Cultural Afrikpoeira, CNPJ 00.960.324/0001-71 e oferece á comunidade um ciclo de oficinas gratuitas, além de informação através de palestras, simpósios e work shops a crianças e jovens. Possui notada parceria institucional com a Prefeitura Municipal de Araguari/FAEC, que cede o espaço do Centro de Referência Negra para execução das ações e com a TV Integração - afiliada TV Globo, que possibilita divulgação em massa dessas ações para toda a região do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Sul de Minas.
"Após formalização de termo de fomento com a Prefeitura Municipal, iniciamos as ações e fomos atropelados pela pandemia do COVID. A finalização do projeto era uma apresentação do resultado das oficinas para a comunidade, porém já não se podia fazer aglomeração e assim após consulta á comissão de análise da Prefeitura e positivo deferimento da Fundação Araguarina de Educação e Cultura - FAEC, decidimos realizar uma apresentação virtual, em forma de live, o que propicia com que muito mais pessoas possam assistir essa nossa apresentação de seus celulares, notebooks ou computadores no conforto de seus lares" Diz Hugo Pereira, Diretor Social da entidade.
A Apresentação será transmitida pelo canal da CUFA Araguari, no Youtube:  https://www.youtube.com/user/zuluafrikpoeira  e pela página da entidade no Facebook: https://www.facebook.com/cufabasearaguari  e acontece nesta sexta feira(19/06), ás 19:00h. Foram tomados todos os cuidados de combate ao COVID, após orientações do Comitê de Combate, com relação a limitada quantidade de pessoas no espaço da apresentação, o uso de material higienizante e de máscaras, quando não em cena.
"Esperamos fazer uma apresentação de qualidade, contando com o envolvimento de todo um corpo de voluntários que integram a CUFA em Araguari, assim como com os profissionais da Web TV que farão a transmissão e são tarimbados nesse tipo de serviço, alem da Luminares que está trabalhando a iluminação e do Arley Stúdios que vai prestar o serviço de sonorização e assim cremos poder atingir um numero muito maior de expectadores, do que seria se fosse presencial" finaliza o Diretor Administrativo da CUFA em Araguari, o Professor Marco Túlio Nascimento.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

CUFA distribui mais de 100 mil brinquedos a crianças das favelas de todo o Brasil